Blog

Mantenha-se atualizado com os últimos artigos
15-Coisas-que-você-nunca-deve-falar-em-uma-entrevista-de-emprego

15 Coisas que você nunca deve falar em uma entrevista de emprego

O objetivo principal de quem faz uma entrevista deve ser a demonstração. Você precisa mostrar que atende os requisitos e, acima dos demais concorrentes, é ideal para o cargo, evidenciando seus pontos fortes e diferenciais.

Todavia, existem assuntos que podem desfavorecer sua candidatura. Para ajudá-lo, listamos 15 coisas que nunca devem ser ditas em entrevistas de emprego.

Frases que devem ser evitadas em uma entrevista de emprego

Lembre-se de que a primeira impressão é a mais marcante, por isso, capriche nesse momento para apresentar suas maiores qualidades e evitar qualquer gafe (indiscrição) evitável. Confira estas dicas de o que não dizer.

  1. Estou muito nervoso

Nenhuma empresa deseja contratar um colaborador sem confiança. Por isso, mesmo se estiver nervoso, evite comentar. Uma dica é fingir que está tranquilo até isso se tornar real.

  1. Eu não sei

Caso receba uma pergunta que lhe deixe confuso e/ou não saiba a resposta, em vez de dizer que não sabe utilize estratégias para ganhar tempo e pensar no que dirá. Uma boa opção é repetir, atentamente, a pergunta antes de responder ou, caso necessário, peça algo como uma caneta e um papel, um minuto rápido para pensar ou um copo de água.

  1. Cheguei adiantado

Ao chegar muito antes do horário agendado para sua entrevista, inconscientemente, podemos estar exigindo a atenção do recrutador. Dessa maneira, ou ele largará o que está fazendo para lhe atender ou ficará desconfortável em lhe deixar esperando. Prefira ser pontual evitando também atrasos.

  1. Eu farei o que for necessário

Os recrutadores, normalmente, buscam por pessoas apaixonadas pelo que fazem. Assim, ao dizer, mesmo que com boas intenções, que fará o que for preciso, poderá diminuir a importância do cargo disponível.

Direcione sua apresentação para uma função específica na empresa, explicando prontamente suas habilidades e expectativas.

  1. O que você faz por aqui?

Nunca inicie uma entrevista sem antes pesquisar sobre a oportunidade, a empresa, o recrutador e outros aspectos que considere relevantes. Assim, será mais fácil mostrar como você se encaixa na empresa.

O LinkedIn pode ser uma ótima ferramenta de busca para descobertas deste tipo (hierarquia, cultura da empresa, dress code e outros).

  1. Eu não me dava bem com meu chefe

Falar aspectos negativos de seu chefe ou equipe pode fazer com que o responsável pela contratação tenha dúvida sobre sua eficiência, submissão, produção e facilidade de trabalhar de maneira colaborativa.

Evite falar pontos negativos de experiências anteriores. Foque no momento.

  1. Sei que não tenho muita experiência, mas…

Mesmo que esteja sendo entrevistado para seu primeiro emprego, esteja passando por mudança de carreira ou seja recém-formado, não use essas palavras. Quando você se desculpa pela falta de experiência pode passar a ideia de que não é uma boa opção para contratação.

Em vez disso, ressalte seus pontos fortes, mantenha-se positivo e demonstre entusiasmo pela conquista do cargo.

  1. Está no meu currículo

Pode ser que o recrutador lhe pergunte algo que realmente esteja no seu currículo. Levando em conta que ele muito provavelmente já o avaliou. Por isso, caso receba perguntas referente a algo descrito lá, entenda que o gestor deseja saber mais detalhes ou informações específicas sobre o assunto.

Além disso, ele pode estar avaliando sua capacidade de comunicação, articulação e relacionamento interpessoal. Jamais diga que está no seu currículo.

  1. Meu maior defeito é ser perfeccionista

Esse é um clichê e o recrutador sabe disso. Essa resposta não acrescenta informação alguma ao seu perfil e não oferece uma visão real da sua personalidade ou do seu trabalho, por isso, o ideal é que seja um pouco mais sincero.

  1. Eu penso fora da caixa

Esse é outro clichê que deve ser evitado. Prefira ser mais específico, descrevendo suas aptidões com histórias, casos de sucesso e realizações reais.

  1. Quanto tempo leva para um colaborador ser promovido na empresa?

Essa pergunta pode transparecer um tom de arrogância ou prepotência. Apesar de essa informação ser bastante importante e relevante para o candidato, existem maneiras mais suaves de trazer esse questionamento para o diálogo. Uma delas é perguntar sobre os planos de carreira da empresa, por exemplo.

  1. Sem perguntas

Não ter perguntas para o entrevistador demonstra desinteresse e falta de proatividade, podendo significar que você não tem desejo em aprender coisas novas para colaborar mais com a empresa.

Prepare-se com antecedência e elabore perguntas direcionadas para a área de atuação, vaga e empresa para qual está se candidatando.

  1. Tenho uma ótima resposta para isso!

A preparação e prática é, realmente, importante para o sucesso de uma entrevista. Isso deve ser feito para elaborar estratégias e possíveis pontos a serem abordados, todavia evite decorar ou memorizar cada palavra.

Caso esteja pronto somente para os assuntos que treinou e tente guiar a conversa em torno deles, pode ser difícil fazer a conversa fluir com naturalidade. Esteja preparado, mas seja flexível.

  1. No meu último emprego isso era muito ruim

Independentemente do quanto você deteste seu último emprego, jamais fale mal de um ex-empregador em uma entrevista.

Mantenha-se neutro ou positivo, foque nos aprendizados que obteve com cada experiência e em suas perspectivas futuras.

  1. Estou passando por um momento difícil

A maioria das pessoas está passando por um momento difícil, talvez até mesmo o recrutador. Não use isso como justificativa para algo. Evite compartilhar informações pessoais desnecessárias.

Caso faça isso, o gestor poderá se preocupar sobre a influência de sua vida pessoal sobre seu trabalho e desempenho. Portanto, mantenha seus problemas pessoais o mais distante possível de sua vida profissional.

Essas dicas podem guiar e auxiliar o tom e direcionamento da conversa durante uma entrevista de emprego. Mas lembre-se de sempre falar a verdade ao recrutador.

A consultora de carreira e especialista em recursos humanos e departamento pessoal, Jamile Abreu, compartilhou com sua rede do LinkedIn uma dica importante sobre priorizar competências técnicas ao falar de você durante o bate-papo com o gestor.

Segundo Jamile, ao falar sobre você na entrevista, priorize suas competências técnicas, já que o recrutador terá metodologias para entender suas competências comportamentais por meio de testes, perguntas e cases, entre outras formas.

A consultora acrescenta: “Não vale mentir, sua mãe concordaria com tudo que você diz na entrevista?”. Diga sempre a verdade e esteja preparado para aumentar suas chances de sucesso e conseguir a vaga.

Gostou do conteúdo? Salve-o para consultá-lo antes de sua próxima entrevista e compartilhe com seus amigos que buscam uma nova oportunidade no mercado de trabalho.