Blog

Mantenha-se atualizado com os últimos artigos
Mercado de trabalho

Dicas para se recolocar no mercado de trabalho mais rápido!

 As principais dicas para uma recolocação profissional bem sucedida

A taxa de desemprego no país chega a mais de 14%, de acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Infelizmente, milhares de brasileiros se encontram nessa situação.

Por isso, a busca por recolocação profissional no Google cresceu mais de 170% nos últimos meses. Esse termo se refere a técnicas que visam facilitar o retorno das pessoas ao mercado de trabalho. 

Embora o momento seja de preocupação, não desanime. Muitas pessoas já passaram por essa situação, a demissão é algo natural – mesmo que seja mais recorrente neste momento. Para ter uma noção: Steve Jobs, Oprah Winfrey e J.K. Rowling já foram demitidos e se reergueram. 

Anos depois, essas três celebridades alcançaram o sucesso profissional que tanto desejaram e se tornaram famosos, cada um em sua área de atuação. Como? Eles continuaram tentando se recolocar no mercado até que conseguiram seguir com suas carreiras.

Você pode fazer o mesmo! Os números são preocupantes, nós sabemos. Mas, temos certeza de que uma hora ou outra, conseguirá se recolocar no mercado e conseguir um ótimo emprego.

Para isso, nós vamos te ajudar. Ao longo deste conteúdo, abordaremos o que é recolocação profissional, quais suas principais técnicas e como colocá-las em prática. 

Personalize o que listamos a seguir e adeque a sua área de trabalho, necessidades e possibilidades. Confira algumas dicas para uma recolocação profissional mais rápida, eficiente e bem sucedida. 

Dicas de como se recolocar no mercado de trabalho

Recolocação profissional é um termo referente ao processo no qual um profissional, auxiliado ou não, trabalha para conseguir um novo emprego. Você deve estar pensando “Eu já faço isso, estou sempre procurando trabalho. Só o nome que é diferente!”

Não é bem assim. Recolocação profissional usa técnicas como o aprimoramento de currículo, avaliação pessoal e profissional, realização de cursos, palestras, autoconhecimento, entre outras. 

Pode ser feita com o apoio de um coach ou profissional da área. Esses profissionais, geralmente, ajudam as pessoas a entenderem o que desejam para a própria carreira e como vão conseguir alcançar esses objetivos. 

Por exemplo: você foi demitida (a) de uma multinacional, mas seu sonho sempre foi empreender. Então, em orientações com profissionais, entenderá se é ou não o momento de começar o próprio negócio e se sim, como dar os primeiros passos. 

Mas lembre-se: ter o apoio desses profissionais é uma escolha. Caso prefira fazer sozinho (a), ainda sim pode aplicar as técnicas de recolocação profissional que indicaremos a seguir.

Ficou claro? A seguir, daremos algumas dicas de como se recolocar no mercado de trabalho com mais facilidade. Entre tantos candidatos, passará no processo seletivo aquele que estiver mais preparado, concorda?

Então, prepare-se o quanto puder. Se o seu próximo passo for o empreendedorismo, se preparar é ainda mais importante. Confira!

Define seus objetivos e estratégias

O primeiro passo é identificar quais serão os próximos passos. Este é um momento oportuno para mudar de área, abrir o próprio negócio, buscar cargos diferentes ou decidir se manter na mesma carreira. 

Então, com a decisão tomada é hora de pensar o que é preciso para alcançar determinado objetivo. Exemplo: se quiser mudar de área, é interessante fazer cursos e se especializar no novo departamento que deseja. 

Cursos online, palestras ou até mesmo cursos extensos pagos são ótimas opções para isso. A dica é: identifique qual o próximo passo e o que precisa ser feito para alcançá-lo. 

É um momento de reflexão!

Autoconhecimento e desenvolvimento

Se conhecer é fundamental nesse processo. Identifique seus pontos fortes e fracos. As características que tiver de melhor podem ser exploradas, aprimoradas e destacadas sempre que precisar.

Já os pontos fracos, o ideal é trabalhar para melhorá-los. Então, para determinado trabalho é preciso se comunicar bem em público, por exemplo, mas você é muito tímido (a). 

É recomendável que comece a estudar técnicas para desenvolver essa habilidade e ter mais chances nos processos seletivos, assim como no dia a dia do novo trabalho. 

Esse tópico se aplica a tudo. Desde aprender ferramentas até o desenvolvimento da habilidade de trabalhar em grupo. Tudo pode ser aprimorado! Novamente, cursos online, palestras, vídeo aulas, entre outros recursos são ótimas fontes de estudo.

Otimize seu CV e crie networking 

Com novas habilidades e diversos cursos concluídos, é hora de otimizar o currículo. Então, atualize todas as informações, adicione dados importantes e destaque o que tem de positivo. 

Mude o formato, se necessário. Algumas áreas contam mais o portfólio do que o CV propriamente dito. Desta forma, faça o que o mercado pede no momento e deixe os documentos sempre atualizados. 

Networking é fundamental para ter acesso a boas vagas de emprego e indicações. Converse sobre trabalho com as pessoas, nos cursos e palestras, se apresente, puxe assunto e faça boas relações. 

Networking é fundamental! Pela internet, esse processo pode ser ainda mais fácil, aproveite. 

Tenha disciplina 

Procurar emprego é uma tarefa complexa que exige disciplina. Reserve sempre algumas horas do dia para traçar estratégias, se desenvolver e trabalhar nessa busca.

Seja encontrando vagas, entrando em contato com empresas, estudando novas áreas, entregando currículo ou se candidatando em diversos anúncios pela internet. O importante é se dedicar nessa tarefa até que algo benéfico apareça.